Sindseme diz que HRAM está há três meses sem o recebimento dos seus salários

24 de Julho de 2021, 08:38

O Sindicato dos Servidores Públicos de Estância e Arauá (Sindseme) presta a sua solidariedade aos trabalhadores do Hospital Regional Amparo de Maria (HRAM) pela situação vexatória em que se encontram há três meses sem o recebimento dos seus salários.

Durante esta semana, os servidores realizaram uma mobilização para expor à sociedade as péssimas condições de trabalho em que se encontram, com mais um mês sem a perspectiva de pagamento dos meses atrasados.

Sindseme acompanha de perto as dificuldades que os servidores do HRAM convivem há muitos anos e manifesta a sua solidariedade, bem como se coloca a disposição dos trabalhadores para a defesa legítima dos direitos que vêm sendo ignorados pela gestão do hospital, cuja responsabilidade é do governador Belivaldo Chagas (PSD), mesmo partido do atual prefeito de Estância e médico lotado nesta unidade, Gilson Andrade (PSD).

Ao tempo em que se solidariza, Sindseme cobra dessas autoridades ações urgentes que visem a valorização destes profissionais que atuam com grande dedicação, mesmo em tempos de pandemia!

Estância, 23 de julho de 2021,

Sindicato dos Servidores Públicos de Estância e Arauá