Porto de Sergipe deverá exportar 60 mil toneladas de milho nos próximos meses

18 de Junho de 2021, 05:31

Embarque do cereal deve ocorrer entre junho e julho e será a primeira exportação de milho da história do Terminal Marítimo Inácio Barbosa (TMIB)

A VLI Logística, empresa que administra o Terminal Marítimo Inácio Barbosa (TMIB), na Barra dos Coqueiros, anunciou que entre os meses de junho e julho fará uma grande exportação de grãos de milho. Ao todo, 60 mil toneladas, provenientes de lavouras baianas, devem embarcar por meio do terminal de Sergipe, representando a primeira exportação do grão já registrada no Porto.

Em reunião realizada em abril, junto ao Governo do Estado, a empresa anunciou que o número de cargas tem sido crescente desde 2018. Já em maio, a VLI divulgou a retomada do embarque de grãos e derivados via Sergipe com o escoamento de 90 mil toneladas de farelo de soja para o exterior.

De acordo com a empresa, com o novo fluxo, a VLI dá mais um passo na consolidação do TMIB como porta de escoamento para o agronegócio brasileiro. Este movimento atende a uma demanda crescente dos produtores do setor, sobretudo nas regiões Nordeste e Centro-Oeste do Brasil.

Para o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico,  da Ciência e Tecnologia,  José Augusto Carvalho, o Estado recebe com muito otimismo o anúncio da nova carga e espera que cresça, cada vez mais, o número de exportações por Sergipe. "Temos,  junto à Secretaria da Fazenda e a Codise, dialogado rotineiramente com a direção da VLI e com empresas sergipanas para que o Porto de Sergipe se torne um grande exportador", informa o secretário.

TMIB

Com estrutura organizada para atender a diversos setores produtivos, o TMIB vem se distinguindo pela operação de cargas de insumos siderúrgicos. Materiais como minério de ferro, cobre e manganês, além de cimento e fertilizantes, são alguns dos produtos transportados no terminal. Apenas em 2020, mais de 760 mil toneladas foram movimentados no TMIB, que conta com terminais de transbordo e armazéns conectados.

Foto: Arthuro Paganini